SEJA BEM-VINDO!!!!

Obrigado por visitar nosso blog!

segunda-feira, 9 de abril de 2007

PROFESSORES COORDENADORES, PARTICIPEM!

1) O QUANTO O HTPC PODE POSSIBILITAR À SUA FORMAÇÃO EM SERVIÇO?

2) QUE AÇÕES PODERIAM SER TOMADAS PARA QUE O HTPC SE TORNE UM ESPAÇO DE FORMAÇÃO CONTINUADA?

24 comentários:

Elisabete Scripiliti disse...

Gostei muito das questões para o PC, essa equipe está de parabéns.

rosália disse...

Trabalhar em grupo é muito produtivo e traz resultados positivos em todos os aspectos; aprendemos sempre juntos.

rosália disse...

Trabalhar em grupo é muito produtivo e traz resultados positivos em todos os aspectos; aprendemos sempre juntos.

Anônimo disse...

Não sou professor Coordenador, mas sim mãe de aluno e acho que uma questão que seria de extrema importância para ser tratado nas HTPCs é a falta excessiva de alguns professores, a indisciplina gerada por este fator e o que poderia ser feito para minimizar o deficit que o aluno tem em decorrência das ausências dos professores. Como o Corpo Gestor pode estimular e/ou ter autonomia para cobrar do professor o prejuízo que as faltas estão causando? Como fazer com que o aluno entenda e respeite as ausências exageradas dos docentes?

Anônimo disse...

Um aspecto que a meu ver deveria ser melhor tratado em HTPC é a forma correta de se expressar, a importância do professor ter uma escrita correta, vejo professores com erros enormes de português, que faz com que o aluno não consiga sentir segurança no trabalho desenvolvido por esse docente. Como fazer com que um professor minimize/acabe com a dificuldade que ele tem com a língua portuguesa? Quais métodos podem ser usados para ajudá-lo? Como a Escola pode fazer com que ele perceba que o mínimo que todo educador precisa possuir é uma alfabetização condizente com a sua profissão?

Anônimo disse...

GOSTEI DO COMENTÁRIO DO OUTRO ANÔNIMO,POIS O COORDENADOR É MAIS UM INSPETOR DE ALUNO DE LUXO,RESOLVENDO SEMPRE NÃO CONFLITOS MAS AGRESSÕES,EXPONDO-SE SEMPRE EM RISCO.AS ESCOLAS HOJE MAIS PARECEM UMA FEBEM,SÓ QUE COM DIREITO DE IR EMBORA NO FINAL DO DIA.

Anônimo disse...

Não concordo quanto ao fato do Professor Coordenador ser uma inspetor de luxo, nem que a Escola seja uma FEBEM, porém mesmo nas instituições correcionais a criança / adolescente deve ter direito à educação de qualidade, já que nossa Constiuição Federal assim prega. E não devemos jamais esquecer que o aluno é o grande protagonista da escola e que sem eles o trabalho de milhares de pessoas deixariam de existir.

Anônimo disse...

Com relação ao coordenador,depois que foi definido como parte da equipe gestora ele parece mais um Robô direcionado a resolver todas as situações da escola,pois o diretor sempre diz "Você também é gestor!" Sim concordo mas mesmo em altos cargos cada um cumpre a sua função e os papéis não são distorcidos,a interpretação das pessoas em relação a alguns conceitos são constrangedoras.
A visão de alguns pais em relação a escola também é bastante equivocada pois na maioria das vezes não fazem parte dela como deveriam e ainda culpam o governo e os gestores por erros seus que não educam seus filhos para o mundo e sim para o mercado do consumo,onde a palavra compra ganha da palavra amor e educação. Não temos mais definido quem são os filhos e quem são os pais,pois estes perderam seus valores morais na educação dos mesmos.

Oseneide/Eduardo disse...

O HTPC é um espaço de trabalho privilegiado do qual podemos trocar informações para enriquecer nosso conhecimento.Uma das vantagens do HTPC é a articulação entre as áreas estabelecendo metas comuns envolvendo cada uma das disciplinas de todas as áreas, definindo assim projetos de trabalho. Com isso os professores devem aproveitar essa oportunidade para construir ligações entre o ja aprendido e o novo aprendizado que este espaço permite.

Osendeide/Eduardo disse...

Entendendo que o paradigma da HTPC é hora de trabalho pedagógico não dever construindo por acumulação de conhecimentos ou de técnicas, mas sim de um trabalho de reflexividade, críticas sobre as práticas de construção de conhecimentos entre as várias áreas de conhecimento

Anônimo disse...

O professor Coordenador é parte fundamental de uma escola. O bom Coordenador promove uma maior interação entre o Corpo Docente / Gestor / Administrativo / Discente e suas HTPCs com certeza sempre contribuem para uma melhor formação dos professores em sala de aula, é ele quem dá o suporte para resolução dos problemas pedagógicos e é ele depois de considerado Gestor que também auxilia a Direção nos conflitos disciplinares. Ouço sempre falarem que Coordenador não deve resolver problemas disciplinares, porém sempre me pergunto não é a indisciplina o maior fator gerador para dificultar o trabalho docente em sala de aula? Como o Coordenador pode realmente interagir totalmente se não estiver a par dos graves problemas indisciplinares? Não seria ele o elo entre Direção e Corpo Docente para minimização dos casos graves de indisciplina? Como proceder nestes casos? Como se colocar somente pedagogicamente?

Alvaro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alvaro disse...

Olá
Eu sou Alvaro, Aluno Monitor da E.E. Lândia Santos Batista e gostaria que vocês dessem uma passadinha lá no nosso novo site.

www.escolalandia.hpg.com.br

Espero que gostem de nossos blog´s

Um Abraço e não esqueçam de entrar hein!!

Alvaro disse...

Olá....
Estou aqui para agradecer ao lindissimo comentario deixado pela Jane em nosso BLOG!
Visitem vocês tambem e deixem a sua Opinião

www.escolalandia.hpg.com.br

Jane Obrifado pelo carinho!

Anônimo disse...

Apesar de respeitar a opinião da mãe anônima, não concordo pelo fato da mesma ressaltar que a falta de professor na escola reflete na indisciplina, acredito sim que a escola é um espaço de aprendizagem e socialização, da qual a indisciplina vem de casa, sendo reflexo de sua própria convivência.

Anônimo disse...

Não disse que toda indisciplina é gerada pela falta dos professores, porém é um fator que considero agravante, já que também atuo em escola como professora e percebo que a cada vez que eles ficam duas, três aulas sem professor ficam mais alvoroçados e mais dispersos. Não quis de maneira nenhuma colocar somente a culpa no professor, mas precisamos, apesar da lealdade a nossa profissão, encarar os fatores dificultadores, não nos isentarmos da nossa responsabilidade tanto quanto ao sucesso como quanto ao fracasso das instituições educacionais que atuamos. Concordo que a educação, aquela de berço também está comprometida, porém somos pagos para ensiná-los e teremos que achar alternativas para que os educandos possam desenvolver suas múltiplas habilidades. Não podemos nos esquecer que estamos na Educação por opção e por maiores que sejam as problemáticas, temos que estudar uma forma para sanarmos/minimizarmos os problemas como a indisciplina

Fátima/Educadora disse...

Após a leitura dos comentários senti que temos muito mais a fazer do que a discutir. Não adianta "passar a bola" porque alguém irá devolvê-la a nós em outro momento. Mais do que espaço para reflexâo sobre a escola, a educação e nossos problemas comuns e particulares, o HTPC é espaço para definirmos os papéis e as ações a serem realizadas buscando, coletivamente, resolver os problemas que temos de forma a transformar, para melhor, a nossa realidade.

Anônimo disse...

O COORDENADOR PRECISA ESTAR ENVOLVIDO PLENAMENTE COM QUESTÕES PEDAGÓGICAS,O QUE TEM ACONTECIDO É MUITO DESVIO DE FUNÇÃO, E MUITAS VEZES O PEDAGÓGICO FICA PREJUDICADO, POIS ESSE PROFESSOR PASSA O TEMPO RESOLVENDO CONFLITOS ENTRE ALUNOS, FUNCIONÁRIOS, BUROCRACIAS QUE NÃO TEM NADA HAVER COM SUAS ATRIBUIÇÕES, ETC, ACHO QUE O DIRETOR DEVERIA CAPACITAR SEUS FUNCIONÁRIOS E MOSTRAR-LHES COM MAIS CLAREZA QUAL A FUNÇÃO DE CADA UM.

valdecirgsilva disse...

gostei muito de descobrir este blog bem que em reuniões póderia ser mais divulgado aos coordenadores e professores, até opinião de pai encontrei parabêns aos idealizadores .

Jane Aoki disse...

Estamos com novos Professores Coordenadores em 2008. Boas Vindas e um trabalho profícuo em sua função, agora com maior respaldo. Contem com a oficina pedagógica (ATPs), com a experiências dos PCs que continuaram e valham-se deste espaço que é nosso. O seu Sucesso será o de todos, principalmente dos alunos.
Jane Aoki

Anônimo disse...

O que me deixa decepcionada, é que mesmo havendo coordenadores para cada segmento, alguns diretores não entenderam e acabam sobrecarregando com alfazeres de outros segmentos que é de sua responsabilidade resolver. Por isso que a escola não avança!!!
E a aprendizagem que é o foco da nova gestão, acaba ficando em segundo plano.

Anônimo disse...

Em relação a esse problema o que a Oficina Pedagógica e a Supervisão poderia nos ajudar, pois passo pela mesma situação dita acima. Ninguém resolve e fica por isso mesmo!

Anônimo disse...

ACHO MUITO IMPORTANTE QUE A SUPERVISÃO E A OFICINA PEDAGÓGICA DÊ UM SUPORTE DE ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS PARA TODOS OS PROFESSORES COORDENADORES EXECUTAR JUNTO COM O CORPO DOCENTE PARA POTENCIALIZAR A IMPLANTAÇÃO DA PROPOSTA CURRICULAR, GRUPOS DE ESTUDOS, TROCAS DE IDÉIAS COM OUTRAS ESCOLAS, MATERIAL DE APOIO, ORIENTAÇÕES, ENFIM ACOMPANHAMENTO E FORMAÇÃO CONTINUADA É ISSO QUE ESTÁ FALTANDO EFETIVAMENTE. TODAVIA NEM TUDO ESTÁ PERDIDO, GOSTARIA DE PARABENIZAR A EQUIPE DO LETRA E VIDA QUE TEM ORIENTADO E ACOMPANHADO O TRABALHO DOS PCS DO CICLO I, ESSAS REUNIÕES SÃO MUITO ENRIQUECEDORAS, ACHO QUE SERIA MUITO IMPORTANTE QUE ESSE TRABALHO TAMBÉM FOSSE DESENVOLVIDO COM OS PCs DO CICLO II COM OUTROS ATPs. FICA ENTÃO REGISTRADO MINHA SUGESTÃO!!!!!!!

marluce.educ disse...

É fato que, no universo escolar, gestores e professores acabam desempenhando funções que não são consideradas suas, se visto do ponto da individualidade. Talvez, se a união se desse por um único objetivo - refiro-me à educação - não houvesse esse pensar individual. Sendo assim, ninguém pensaria estar desenvolvendo funções alheias. Estariam todos trabalhando para um mesmo fim. Seriam todos um pouco de tudo. Cessariam os conflitos e os objetivos viriam. Creio estar a sonhar, mas... De sonhos também se constituem realidades. Temos no Raduan, coordenadores que se desdobram, cumprem suas funções e a de outros sem muitas vezes, se dar conta. Não os vejo reclamar. Trabalhei no Poletti em 2008 e vi o coordenador, coordenar sem medir esforços, para alcançar objetivos pedagógicos. Vi, de perto, este coordenador transformar o individual em coletivo. Há tanto o que fazer para um bem maior que não há tempo para perder com individualidades no universo escolar. Ninguém é perfeito. As falhas existem, mas erra-se aqui, ajeita-se ali e as tentativas não podem cessar. Isso se chama coragem. Quando aliada à integridade, a coragem forma líderes coerentes.
É possível sim um trabalho em equipe desde que este espírito esteja a habitar cada envolvido no processo pedagógico, ao menos detro da unidade de desempenho de suas funções.
Muitos podem discordar, mas concebo a escola como UNIDADE DE ENSINO logo, não entendo tanta individualidade embora, não poucas vezes,contraditoriamente encontre-me nela.